domingo, 18 de novembro de 2012

24

Vinte e quatro. Vinte e quatro, é verdade. Não são os anos que faço, são os dias da minha ausência daqui do burgo. Não que não tenha cá vindo por falta de oportunidade, o endereço do blogue está no acesso rápido, mas as palavras andam fugidas. Entretanto, num ataque momentâneo de loucura e insanidade, comecei a escrever em http://aminhazundap.blogspot.com umas coisas assim mais engraçadas, sentimentalóides e melodramáticas.

Sem comentários: