sábado, 29 de setembro de 2012

O Governo diminuia o IVA da restauração dos 23 para os 13%, onde já esteve tão bem, e aumentava o IVA na compra de carros a partir de um certo valor e das coisas de luxo, desde barcos ao diabo a sete. Assim, evitava-se que milhares de restaurantes fechassem, como é provável que aconteça, deixando mais uma série de gente desempregada e em dificuldades. Depois diminuia para 1000 o ordenado de todos os ministros, cortava nos ordenados dos assessores e nos próprios assessores. Putos de 24 anos acabados de sair da faculdade não deviam receber 4 mil euros. Nem 2 mil, na verdade, a menos que sejam génios sobredotados mas se assim fosse não iam para assessores. Depois cortavam na frota automóvel do Estado e passavam a andar em menos carros e mais modestos, todos a gás que é mais barato. Acabavam com as reformas vitalícias dos presidentes da República mais os subsídios de deslocação e de habitação de ministros e deputados e o caralho e tenho para mim que no fim do ano tinha-se poupado uma bela quantia sem ser preciso roubar-nos mais nada.

(daqui)

O panorama atual


domingo, 23 de setembro de 2012

Apanágio ao outono

Chove lá fora, copiosamente, anunciando, para os mais distraídos, a chegada do outono. É tempo de guardar as toalhas de praia e de recolher as esplanadas de verão; é tempo de guardar as t-shirts e de ir buscar os casacos, as meias grossas e os cachecóis. É tempo de fazer serões em família, ao domingo à tarde, reunidos à volta da televisão, a conversar, a partilhar afetos, história e estórias de amor e alegria - de preferência - porque de tristeza, amargura e medo já o mundo se reveste! E agora, para não ser aldrabão, vou fazer exatamente aquilo que acabei de escrever.

sábado, 22 de setembro de 2012

Há muito tempo que não chorava

mas hoje, depois de ler este texto, sim, e fiquei sem palavras!


sábado, 15 de setembro de 2012

Da manifestação

Acho que é importante que as pessoas se mobilizem, que participem na vida cívica ativamente e que se façam ouvir, como, aliás, hoje, muitas o fizeram! Eu também estive lá e - confesso - apesar de não ser um manifestante muito efusivo, também bati palmas, também entoei cânticos e gritos de condenação face à atitude do governo e, acima de tudo, ao estado miserável em que o nosso país se encontra. Temo, e lamento, que, daqui para a frente, seja sempre a piorar. Pedro Passos Coelho e a sua cambada de trolls não se pode esquecer que quem o lá pôs foi o povo e que castigá-lo desta maneira não lhe trará nada de bom. Li muitos cartazes - não consegui fotografá-los todos - e, em particular, gostei de um (que não fotografei) em que o autor pedia desculpa por ter acredito no PPC e que lamentava ter-lhe dado o seu voto. Eu estou de consciência tranquila porque não votei em PPC e, hoje, muito menos o faria! Ficam, aqui, algumas fotografias da tarde de hoje nos Aliados.




E, para rematar, uma frase que, para mim, diz muita coisa: "Não somos os filhos da democracia, somos os pais da próxima revolução!"
Hoje, às 17h, nos Aliados para lutar pelo nosso país porque esta barbárie já foi longe demais!

domingo, 2 de setembro de 2012

Já é setembro



Já é setembro, o mês dos regressos, das coisas novas, e, por isso, nada melhor do que deixar aqui uma música da minha nova banda favorita!

sábado, 1 de setembro de 2012

Desejos

Ultimamente tem-me assolado um desejo - é mais uma vontade -, estranho, é certo, coisa nunca antes vista na minha pessoa, de cozinhar e fazer bolos. Ontem lancei-me à caixa das receitas da minha mãe e organizei-a toda por secções (sobremesas, pratos de carne, pratos de peixe, etc, ...) e vi lá coisas que me fizeram ficar com a água na boca! Quem sabe não está para nascer um novo José Avillez ou um Henrique Sá Pessoa.